Páginas

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Biografia Pr. Gutemberg Maciel




  Serve ao Senhor como Presidente no Estado de Minas Gerais da Igreja Assembleia de Deus Ministério Missão Mundial, Bacharel em Teologia, Professor Teológico, Escritor, Diretor do CETEB Centro de Ensino Teologico Bereano, Coordenador Geral do Projeto Teologia Viva, membro da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil CGADB, Presidente da OMEB Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil no Estado de Minas Gerais e Presidente do CNPMEBE Conselho Nacional de Pastores e Ministros Evangélicos do Brasil e no Exterior no Estado de Minas Gerais.

  Foi 1º secretario e Vice-presidente da Igreja Assembleia de Deus Ministério da Missão em São Bernardo do Campo-SP. Tem ministrado diversas matérias em seminários, institutos Bíblicos e escolas Teológicas no Estado do São Paulo e Minas Gerais.

  Exerce um ministério abrangente na área da preleção, seu trabalho envolve: Seminários gerais, Convenções de pastores, Cruzadas evangelísticas, Congressos entre outros.


  Suas mensagens, embora com muito embasamento bíblico e teológico, primam pela inspiração do Espírito Santo, tendo em vista deixar Deus falar ao seu povo segundo a sua vontade, visando a edificação, consolação e despertamento do povo de Deus.                                                                                                                                                                                                     CONTATOS: (02131) 8390-7403/ (02131) 8260-3570                                                                                                                             gutembergmaciel12@hotmail.com

domingo, 1 de setembro de 2013

CETEB Centro de Ensino Teológico Bareano



Caro (a) irmão (a), há quase uma década, CETEB tem formado milhares de pessoas com conteúdo bíblico-teológico sólido.



Por usar uma metodologia inovadora, é possível estudar em qualquer lugar do planeta, sem sair de casa e sem gastar com material didático e sem pagar matrícula ou mensalidades. Por isso, temos alunos em todos os continentes.


Visite o nosso Portal de Ensino Teológico e, certamente você vai encontrar o Curso que sempre desejou.


Baseado em Atos 17.11, o slogan do Centro de Ensino Teológico Bereano é "Porque Teologia se faz examinando-se as Escrituras Assim, excelência no exame da Bíblia é a sua marca principal.


INFORMAÇÕES PARA FUTUROS ALUNOS


“O CETEB - Centro de Ensino Teológico Bereano” é um Órgão mantido pelo “PTV – Projeto Teologia Viva”. Tem como Coordenador Geral e Diretor, o Pr. Gutemberg Maciel.

 Nossa finalidade é disponibilizar formação e capacitação teológica a pessoas de todas as denominações e
segmentos evangélicos para a boa execução da obra de Deus, proporcionando-lhes ensino teológico de alto nível.

O Apóstolo Pedro, em sua Primeira Carta, Capítulo 3, verso 15 diz: "...antes santificai em vossos corações a Cristo como Senhor; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós"

. E o Apóstolo Paulo complementa: "Fiel é esta palavra: Se alguém aspira ao episcopado, excelente obra deseja." (1 Timóteo 3.1).

Qualquer servo de Deus, de qualquer segmento considerado evangélico, que tenha uma chamada para o serviço cristão na Seara do Mestre do Senhor Jesus Cristo ou que deseja, simplesmente, adquirir um conhecimento teológico de qualidade para melhor se relacionar com Deus e servi-lo aqui na terra tem, no "CETEB – Centro de Ensino Teológico BEREANO", uma opção de formação bíblico-teológica moderna, accessível, econômica e operacionalmente viável.

O CETEB não é reconhecido pelo MEC. O nosso Seminário não está preocupado com graduações para o Mercado Secular. Nossa meta é o Reino de Deus, a Igreja de Jesus Cristo. Nossa missão é CAPACITAR os obreiros para o Ministério/Serviço da Trindade. Ver Efésios 4:1-16 e os capítulos 12, 13 e 14 de
Primeira aos Coríntios. Os Cursos são Livres. São oferecidos em estrita obediência à legislação do Ministério da Educação que rege a prática do Ensino à Distância, disponibilizado por empresas e entidades de ensino em nosso País.

Graduados para o pleno exercício do ministério, magistério e administração cristãs no Corpo de Cristo a nível nacional e internacional.

REQUISITOS BÁSICOS:

Básico em Teologia

Independe do grau de escolaridade

NORMAS E PROCEDIMENTOS DE PAGAMENTOS:

(Básico em Teologia)

Taxa de Matrícula: R$ 10,00 Curso Básico

Total do Primeiro Pagamento: R$ 40,00 Curso Básico

Cada Matéria: R$ 30,00 Curso Médio

ATENÇÃO: O valor é por Matéria para quem faz o curso individual e, não por mês!

Provisoriamente, o depósito deverá ser efetuado no seguinte Banco:

Banco do Brasil: AG: 4704 X C/C 9.856-6

OBSERVAÇÃO: O depósito deverá ser feito em nome de Gutemberg Maciel.

Envie-nos a XEROX do Comprovante de Depósito pelo Correio ou por E-mail

A Média Mínima de Aprovação é 7 (Sete). Se necessário, haverá nova oportunidade de avaliação.

Os cursos – Núcleo

Agora você pode ter um núcleo de estudos teológicos do CETEB em sua igreja. O Curso de Teologia a Distância do CETEB no Brasil, ou no Exterior a oportunidade de formar a partir de 10 alunos uma turma de
estudos teológicos. Através de aulas semanais cada aluno do núcleo terá acesso ao conteúdo teológico elaborado pelos professores e ex aluno a confiabilidade alunos do CETEB, trazendo assim confiabilidade.

OBJETIVO:


Nosso objetivo principal é a preparação teológica de pessoas para servirem com excelência na obra de Deus.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

* Encontros semanais; curso auto didático, com acompanhamento de monitor

* Certificação de curso Basico em Teologia

* O curso é livre, sendo o objetivo principal do CETEB a preparação de obreiros

* Todo núcleo deverá necessariamente estar ligado a uma igreja

* Local: deve fazer parte da estrutura física da igreja

Currículo do curso Básico:

24 (vinte e quatro) matérias, que serão estudadas em 4 (quatro) encontros mensais.

São elas:

História da Igreja, Cristologia, Teologia Sistemática, Teologia Pastoral, Tipologia Bíblica, Livros históricos

Escola Dominical, Seitas e Heresias, Livros Poéticos, Geografia Bíblica, Introdução Bíblica, Missões,

Int. Antigo Testetamentp, Epístolas Gerais, Int. Novo Testamento, Evangelhos, Epístolas Paulinas,

Homilética, Escatologia, Profetas Maiores e Evangelismo
      AO CANDIDATO

O candidato ao Curso de Teologia a Distância deverá preencher os seguintes requisitos:

• Membro em comunhão de uma igreja evangélica no mínimo há um ano;

• Efetuar pagamento da taxa de inscrição da primeira apostila didática;

• Ter no mínimo 16 anos de idade;

• Preencher devidamente o formulário de matrícula;

• Fornecer cópia de RG e CPF;

• 1 (uma) foto recente 3X4.

• Manifestar desejo de crescer espiritualmente;

• Manifestar desejo de servir ao Corpo de Cristo;

• Compromisso com as leituras e tarefas.


BÁSICO EM TEOLOGIA

1.DESCRIÇÃO

O curso Básico em Teologia é um curso livre, apenas para fins eclesiásticos ou ministeriais (vocacionais), oferecido àqueles que desejam obter maiores seus conhecimentos bíblicos-teológicos e preparar-se mais sistematicamente para o serviço cristão.

2. OBJETIVOS

Ao concluir o curso Básico de Teologia, o formando será capaz de:

• Demonstrar um conhecimento geral da Bíblia, incluindo uma compreensão específica do conteúdo de alguns livros bíblicos.

• Aprofundar os seus conhecimentos bíblicos e evidenciar um entendimento sólido das doutrinas
fundamentais da fé cristã e a habilidade de apoiar biblicamente a sua visão teológica e aplicá-la às questões atuais.

• Aumentar a habilidade de compartilhar o evangelho.

• Desenvolver habilidades saudáveis e acuradas de estudo, interpretação, aplicação e comunicação da Palavra de Deus.

3. PÚBLICO-ALVO

Este programa se destina aos:

• Cristãos que desejam aprofundar seus conhecimentos bíblicos e teológicos.

• Líderes de ministérios na igreja que desejam aprimorar seus conhecimentos teológicos e habilidades de liderança/ministério.
      Informações: (31) 8390-7403 Claro MG / (31) 8260-3570 Claro MG

E-mail: gutembergmaciel12@hotmail.com





Objetivo


O objetivo dos Seminários Temáticos é debater um conjunto de referenciais teóricos fundamentais para a compreensão de temas específicos nas mais distintas áreas do ensino bíblico teológico. Ele visa aprofunda...rmos o debate sobre as principais praticas da vida cristã. Teorias, conceitos e categorias que melhor permitiriam a análise de nossos objetos a partir de variadas perspectivas. O seminário é uma atividade interna, porém aberta, com a participação de pastores e professores em conjunto com a igreja local


Proposta


Os Seminários Temáticos possibilitam a participação de todos os membros da igreja sem fazer distinção entre os mesmos, leva a integração de todos em um só objetivo de aprendizado e crescimento. Visam contemplar novos conceitos ou temas atuais que eventualmente não são apresentados no dia a dia das igrejas locais. Também, servem para atender a interesses e necessidades específicas dos acadêmicos de Teologia, integralizado as matérias as seu currículo ministerial.


Os certificados e apostilas são emitido pelo CENTRO DE ENSINO TEOLÓGICO BEREANO CETEB.


Preço R$ 20.00 por pessoa (Taxa Única)


Turma 10 alunos no minimo


Duração 8 encontros uma vez por semana com 2 horas de duração. Ou 1 dia dividido em dois periodos duração 6 horas.


Outros Seminários e palestras entre em contato com o nosso Escritório Central, ou pelo site pelo Fale Conosco.


(31) 8390-7403  Claro MG

(31) 8260-3570 Claro MG

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Pr. Gutemberg Maciel


    Amado irmão em Cristo Jesus,
  
   Mesmo que você não vá fazer um convite nessa ocasião, saiba que já nos deste um grande orgulho pelo seu interesse em saber como entrar em contato conosco.



Para convites (pregação e estudos bíblicos), dúvidas e comentários mande um e-mail ou ligue:

(31) 8390-7403 Claro MG

     (31) 8260-3570 Claro MG     

gutembergmaciel12@hotmail.com

Gostaria muitíssimo de atendê-lo

  Estou feliz com seu convite e farei de tudo para atendê-lo. Será maravilhoso conhecer os irmãos e participar deste evento. Não irei se já houver um convite anterior ao seu. Caso não seja possível, terei prazer em comparecer em outra ocasião ou indicá-lo outro preletor que da mesma forma Deus irá usá-lo. Peço-lhes a getileza de aguardar um prazo de 2 dias para a resposta do seu convite. A baixo segue os eventos que já estou agendado. Deus vos Abençoe.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Projeto Teologia Viva



Quem somos



O Projeto Teologia Viva. É um ministério Evangelístico que é formado por homens e mulheres membros de igrejas genuinamente Evangélicas bem recomendados por suas igrejas e pastores que, por amor, ao Senhor colocaram como propósito em seus corações, através da coordenação geral do Pastor Gutemberg Maciel. Auxiliar igrejas e pastores realizando. Simpósio, Seminários, Conferencia e Cursos Bíblicos Teológicos nas igrejas e Curso Preparatórios para obreiros



Missão


O Projeto Teologia Viva (PTV) tem por missão divulgar as verdades das Sagradas Escrituras, através de Simpósios, Seminários e Cursos Bíblicos Teológicos nas igrejas e Curso Preparatórios para obreiros



A formação teológica de todos os membros da Igreja é um apelo imprescindível do Espírito Santo para nossa consciência atual de cristãos. Para que os leigos possam, juntamente com os clérigos, exercer seu protagonismo eclesial com propriedade, transcendendo sua habitual posição passiva e ingênua, precisam urgentemente se qualificar.


O “Projeto Teologia Viva”, colocando-se como um importante ramo da de Evangelização da Igreja de Cristo, nasce com esse objetivo primeiro de tornar acessível a um grande número os conteúdos fundamentais da fé cristã, por meio de cursos bíblico-teológica.


Visão


Levar a Palavra de Deus para o maior número de pessoas, no Brasil e no exterior, cooperando com as Igrejas e pastores a fim de cumprir o Ide de Jesus (Marcos 16.15), para que seja possível formar uma sociedade mais harmônica a partir dos ensinamentos de Cristo.


Parceria


Atualmente, o PTV é tem parcerias com o CETEB Centro de Ensino Teológico Bereano 


Caro pastor a equipe do PTV. Esta a sua disposição e da igreja que esta sob a vossa responsabilidade para realizar, Simpósios, Conferencias, Curso Médio em Teologia em Núcleo na sua igreja e Curso Preparatórios para obreiros


CONTATOS: (31) 8390-7403 Claro MG / (31) 8260-3570 Claro MG


Segue Abaixo mais informaçãoes sobre os Simpósio, Seminários e Cursos que ministramos



Evento em formato de “Curso Rápido” ministrado nas igrejas pelo Gutemberg Maciel e professores do Projeto Teologia Viva.

Os Simpósios, Seminários e Cursos tem mudado a história de igrejas, famílias e cristãos que tem participado em todo o Brasil e em diversos paises.


Homilética - A Arte de Preparar e Pregar sermões


CARGA HORÁRIA: 8 Encontros, um por semana, durante 2 meses.


INVESTIMENTO: R$ 20,00 (com direito material didático)


PROFESSOR: Gutemberg Maciel


EMENTA: Apresentar a relevância da Homilética Cristã e sua aplicabilidade nas áreas afins: elaboração de sermão, ferramentas para prédica, compreensão de seu público alvo, postura estética e ética, transferência de experiência, etc.


OBJETIVO:

- Ao final da aula o aluno deverá ser capaz de:

- Conhecer a origem, conceito e importância da Homilética cristã;

- Estar apto para elaborar um bom sermão;

- Estar mais bem preparado para uma prédica;

- Ter habilidade de identificar seu público alvo;


CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Identificar estilos de aprendizagens, etc.

- Origem e Conceituação de Homilética;

- Compreensão dos três estilos de sermão;

- Composição de um sermão: Idéia Central, Preposição, Introdução, Conclusão, Ilustração, Tópicos, Título, Tema e apêndices;

- Análise de sermões escritos;

- Exposição prática em sala de aula e avaliação;

- Oficina de dúvida e compartilhamento;

- Estilos de aprendizagens; - Formas de Comunicação;


RECURSOS MATERIAIS

- Apostila Auto-didático

- Recursos Multimídia

- Exercício em classe e extra-classe 


Para Obreiros:


•Duração média de 8 Encontros, um por semana, durante 2 meses. ou 3 dias


•A taxa de inscrição: R$ 20 inclui apostila e certificado.

•Quantidade mínima de 10 alunos.


Alguns de Nossos Temas:

•Psicologia Pastoral;

•Homilética;

•Hermenêutica;

•Liderança;

•Técnicas de Liderança;

•Teologia Pastoral;

•A Igreja poderá sugerir outros temas.


 
MINISTRAMOS ESTUDOS ESCOLHIDOS PELA IGREJA QUE QUEIRA NOS CONVIDAR


                                                           FOTOS MINISTÉRIAIS


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


sábado, 19 de março de 2011

MANÁ DA FÉ Artigos, Videos e Audio mp3


ARTIGOS


 
Mulheres Cristã: Dispostas de Coração…


“Assim vieram homens e mulheres, todos dispostos de coração …” (Êxodo 35:22).



Encontrar pessoas dispostas a oferecer o que possui de melhor … o seu talento e o seu “precioso tempo” ao Senhor, é coisa rara.


Alguns crentes podem até gostar de ouvir a Palavra de Deus, ler a Bíblia, de vez em quando, e, quando possível, até mesmo orar mas dar do seu melhor (bens, dons, tempo) ao Senhor é mais complicado porque … dizem … sou muito ocupada e não tenho tempo para estes extras, nem posso tirar da boca dos meus filhos para dar à igreja.



Este é o modo de pensar de muitos crentes de hoje em dia. Eles nada fazem para o Senhor mas apenas esquentam os bancos do templo da igreja. É muito triste ver a indiferença e frieza daqueles que dizem que um dia aceitaram Jesus como Salvador de suas vidas.



É muito triste saber que eles apenas não estão perdendo bênçãos do Senhor mas estão deixando de sentir prazer e alegria no coração se estivessem servindo Àquele que não poupou a Sua vida para lhe presentear com uma vida eterna ao Seu lado no céu.


E eu? E você? O que podemos ofertar ao Senhor?



Podemos ofertar o nosso tesouro?



Podemos ofertar os nossos dons?



Podemos ofertar o nosso tempo?


As mulheres israelitas, que haviam sido escravas no Egito, agora, eram livres e agradecidas ao Senhor que as libertara do jugo egípcio de quatrocentos anos.


Podemos ver como elas amavam o Senhor de todo o coração através da maneira como elas reagiram ao que Moisés disse em Êxodo 35:5 … “Tomai do que tendes, uma oferta para o Senhor; cada um, cujo coração é voluntariamente disposto, a trará por oferta alçada ao Senhor.” Elas ofertaram além do que era, realmente, preciso.


E você, minha amada, é capaz de ofertar ao Senhor além do que é, realmente, necessário? Ou você oferta apenas o necessário ou até mesmo menos do que é preciso?


Mantenha as suas mãos abertas para qualquer área de sua vida que você possa ofertar ao Senhor.



Uma coisa eu tenho aprendido durante estes anos que aceitei Jesus na minha vida: “A pá de Deus é bem maior do que a minha pá.” Chuvas de bênçãos são derramadas em minha vida quando eu não estou medindo esforços no trabalho do Senhor.


“Obrigada, Senhor, por um sem número de bênçãos que, a cada dia, derramas em minha vida!”


As mulheres israelitas se doaram no trabalho do Senhor. Elas doaram seus tesouros, seus talentos e o tempo necessário.



Elas doaram seus bens, apesar de não serem ricas, pois eram escravas na terra do Egito. Elas não mediram esforços para dar tudo o que tinham para a construção do tabernáculo. Elas doaram todos os seus bens materiais … jóias de ouro, prata e bronze, colares, brincos, anéis, pendentes, linho fino, pêlos de cabra, peles de animais, madeira de acácia e muitos e muitos outros bens.



Estas mulheres estavam com os corações cheios de reconhecimento e alegria porque o Senhor as livrara como também a seus filhos das pestes e doenças que caíram sobre os egípcios. Elas estavam agradecidas ao Senhor porque Ele livrou os seus primogênitos de morrer pela mão do Anjo que matou todos os primogênitos que moravam no Egito.



Elas doaram tudo de coração porque o Senhor foi bom … é bom … e sempre será bom!


Quanto a nós, irmãs, devemos refletir e procurar na Palavra de Deus de onde vem tudo que possuímos. Reflitamos neste versículo …


“… E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias, como se não o houvera recebido?” (1 Coríntios 4:7)


Tudo o que temos – saúde, bens, marido, filhos … – devemos ao Senhor, pois a própria Bíblia nos diz que “Ele é o que te dá força para adquirires riqueza …” (Deuteronônio 8:18).


Assim como estas mulheres israelitas, nós devemos também ter nossos corações cheios de alegria e reconhecimento pelo que o Senhor tem feito por nós. Temos o que vestir, temos o que comer, temos uma casa que nos protege da chuva, de tempestades, do frio e, nela, podemos dormir com o cuidado amoroso do nosso Deus.



Assim como estas mulheres israelitas …


1) esforcemo-nos para dar o melhor e não o que sobrar do nosso tempo;


2) esforcemo-nos para, com todo o esmero, dedicação e amor, dar o melhor dos nosso talentos … cantando, ensinando, cozinhando, costurando, bordando, falando do Senhor aos filhos;


3) esforcemo-nos para doar, com amor, um pouco do que possuímos.


Vejam o que é doar com alegria e entusiasmo … “Então mandou Moisés que proclamassem por todo o arraial, dizendo: Nenhum homem, nem mulher, faça mais obra alguma para a oferta alçada do santuário. Assim o povo foi proibido de trazer mais, porque tinham material bastante para toda a obra que havia de fazer-se, e ainda sobejava” (Êxodo 36:6-7).



Que belo exemplo deram estas mulheres! Elas amaram mais a Deus do que a seus bens materiais.



Sabemos que elas não só deram de seus bens materiais mas deram de seu talentos e tempo. Elas trabalharam incessantemente para decorar o tabernáculo. Elas teceram dez cortinas de linho fino torcido. Nelas, elas colocaram querubins, enfeitaram-nas com estofo azul, púrpura e carmesim. Confeccionaram também onze cortinas com pêlos e peles de carneiros e cabras. Estas seriam usadas como cobertura da tenda.


Reflitamos sobre nossos bens, talentos e tempo que podem ser usados na obra do Senhor. Fechemos nossos olhos, paremos um pouco e pensemos nas tantas e maravilhosas coisas que o Senhor tem feito por nós. Agradeçamos a Ele as tantas bênçãos que Ele tem, abundantemente, derramado em nossas vidas. Louvemos e adoremos o nosso Deus! Entreguemos a Ele nossos bens, talentos e tempo e veremos que Ele nos abençoará “com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo” (Efésios 1:3).


Por: Valdenira Nunes de Menezes Silva


Juventude - O que fazer para sermos jovens que fazem à diferença no século XXI

Ninguém despreze a tua mocidade, mas sê exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza. Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá. Não despreze o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério. Medita estas coisas, ocupa-te nelas, para que o teu progresso seja manifesto a todos. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevere nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti como aos que te ouvem.

I Timóteo 4: 12-16

Somos do mundo, fazemos parte dele, mas isso não significa que temos que andar segundo o seu curso, segundo os padrões de comportamento que as pessoas usam como meio de vida. Ser diferente esta cada dia mais difícil, hoje tudo é mais fácil, as coisas chegam até nos jovens com total liberdade, a TV, INTERNET, CELULAR, nos fazem dependentes de modismo, e quando menos se espera, estamos agindo como pessoas que não conhecem a CRISTO, ficar começa a ser legal, ir a lugares que antes achávamos que não edificava, hoje não importa mais, começamos a comentar sobre a vida dos outros, levantar falso. O que nós como jovens que conhecem a Cristo estamos fazendo para mudar o ambiente onde estamos, será que nos estamos sendo testemunho de Cristo, ou será que estamos agindo de acordo com o cursar do mundo.


Timótio era discípulo de Paulo, nesses versículos Paulo exorta a Timótio como deveria ser sua conduta, Timótio era jovem como nos, tinha seus conflitos internos, seu pai era grego, sua mãe era judia, ele tinha influencias que não proviam de Deus para o afastar da verdade mas ele preferiu servir a Cristo, e então Paulo começa e instruí-lo de que forma ele deveria andar.

Jovens vamos fazer a diferença!!!

Alguns passos para fazermos a diferença onde estivermos!

I. Passo: ter cuidado comigo mesmo. I Timótio 4: 16a


Nós somos o nosso maior obstáculo, temos que todos os dias dizer não para os prazeres mundanos, negar nossa vontade, vigiar nosso pensamento, nosso olhar, nossa fala.

II Ser exemplo. I Timótio 4-12b: mas sê exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.

Somos vistos por onde andamos, as pessoas sabem que servimos a DEUS, e para isso temos que ser exemplo em tudo, para não cairmos em alguma armadilha do inimigo, conhecer bem a palavra, ver de que forma estamos tratando as pessoas, se nossa santidade esta acima de qualquer coisa.

III Conhecer a palavra ( Bíblia) I Timótio 4: 13a; Persiste em ler;

Através do conhecimento temo como ensinar as pessoas, o jovem é cheio de duvidas, polemicas internas, e a única forma de ensinar esses jovens a ser exemplos, a andar nos caminhos de JESUS é conhecendo bem a palavra, como nos podemos falar de alguém se antes não termos o conhecimento de quem é realmente esse Deus o qual estamos falando, com certeza o inimigo nos envergonhará.

IV Renunciar nas nossas vontades.

Em MT: 26: 39b JESUS DIZ: Meu PAI se possível passa de mim este cálice! Todavia, não seja como eu quero, mas como queres.

JESUS estava ali próximo a ser preso e crucificado, e estava tendo uma conversa com DEUS, e ele pediu que era para ser feito a vontade do PAI e não a dele. Nos temos que renunciar o nosso eu todos os dias, perguntar para DEUS, SENHOR qual é a sua vontade para minha vida, nos policiarmos em tudo o que vamos fazer para ver se minha conduta realmente é a vontade do PAI.

V Lembrar do sacrifício de CRISTO por nos:

João 3:16. Porque DEUS amou o mundo de tal maneira que deus seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna.

O sacrifício de CRISTO por nós não foi e nunca será em vão, DEUS entregou seu filho para que hoje estivéssemos aqui, vamos parar de pensar que ninguém não nos amo, parar de conflitos internos como: ninguém lembra de mim, ninguém me liga, ninguém vem na minha casa, ninguém conversa comigo, ninguém me ama. Basta lermos a Bíblia e verificar com nossos próprios olhos o grande amor que DEUS tem por nos, e jamais esquecermos do sacrifício DELE por mim e por você;

Conclusão

Nos jovens temos todas as ferramentas necessárias para fazermos a diferença, temos que começar a mudar a historia da nossa vida, da vida dos nossos amigos, do nosso local de trabalho, da faculdade, da nossa família. Esses são apenas poucos dos passos que temos que adaptar como conduta de vida, mas se começarmos com esses com certeza DEUS acrescentara porção dobrada sobre nos.

Vamos fazer a diferença, vamos juntos, temos que ter em mente que sozinhos não conseguimos nada, mas juntos podemos conquistar nas nações em CRISTO JESUS.

 
Crente ou Evangélico?

Não gostaria de criticar, nem mesmo julgar o povo evangélico. Na verdade, gostaria apenas de fazer um resgate das palavras que nós, crentes, usamos durante todos esses anos.

Hoje, dificilmente ouço alguém dizer que é crente. Por quê? Parece-me que a palavra “crente” soa como alguém que é muito “bitolado” nas suas relações com a igreja, com a Bíblia e com Deus. Crente é alguém ultrapassado, alguém que não tenha se contemporanizado, alguém que parou em relação ao mundo e não se atualizou. Crente é aquele que não tem muito diálogo, é uma pessoa muito radical. Crente é sinônimo de uma pessoa, como no jargão popular, quadrada.


Já observei alguns irmãos que trabalham comigo e muitos irmãos na igreja, ao serem questionados se são crentes, respondem que são evangélicos. Aliás, os meios de comunicação, ao editar matérias sobre igrejas, mencionam como evangélicas.


Qual a diferença entre ser crente e ser evangélico? Posso estar errado, mas me parece que ser evangélico é alguém mais agradável, não tão radical, não tão ” bitolado”, enfim, uma pessoa simpática. Mas simpática com o quê? Simpática com as coisas do mundo? Simpática com o pecado? Simpática com outras religiões? Simpática com uma maneira vã de viver?


Eu sou crente e tenho prazer em ser crente. Sou crente e tenho prazer em levar minha Bíblia debaixo do braço; eu sou crente e tenho o prazer de dizer que sou separado de muitas coisas do mundo e de chamar tais coisas de pecado; sou crente e tenho o prazer de dizer que amo a Deus e a Jesus; sou crente e tenho o prazer em ir à igreja nos sábados, domingos e durante a semana. Sou crente e tenho o prazer de ver que as pessoas me olham, tanto as não crentes como as evangélicas, de uma forma diferente, ou seja, de alguém que é quadrado, bitolado, desinformado e ultrapassado.


Sou crente como meu Senhor Jesus era.


Não Quero Mais Ser Evangélico


Não estou brincando! A indignação toma conta de meu ser, pois não dá mais. Evangélico no Brasil virou sinônimo de movimento financeiro religioso, algo meio sem ética – ou totalmente se preferir – em que se rouba e depois ora pedindo perdão a Deus. O “mensalão” de Brasília revela não apenas o que há de pior na política brasileira, mas algo cheira mal na fé evangélica também (ou plagiando o filme, “Fé de mais não cheira bem”). Como é possível alguém orar e dizer que o “financiador” é uma bênção para a cidade? A verdade é que hoje a cristandade está com a síndrome de Geazi, servo do profeta Eliseu (2Reis 5:20-27). Correndo atrás dos tesouros de Naamã, a cristandade gananciosa (2Reis 5:20) mente e camufla situações para justificar seus pecados (2Reis 5:22); pior, esconde o pecado (2Reis 5:24), mostrando a hipocrisia em que vivem (2Reis 5:25). Desta vez foi a gota d’água, ver um pastor, que é deputado distrital – o que já é incoerente, pois ou é pastor ou deputado – e o presidente da Câmara, orando e pedindo a Deus pelo gestor dasfraudes, chamando-o de “instrumento de bênção para nossas vidas e para a cidade”. Para a cidade de Brasília eu não sei, mas parece que o gestor financeiro do mensalão foi uma “bênção” para outros.


Não é apenas isso (ou tudo isso), mas a Igreja Evangélica no Brasil virou um monstrengo, uma colcha de retalhos, que mistura “alhos com bugalhos”, Bíblia com água e óleo ungido. Os pastores deixaram de ser homens de reconhecida piedade para serem executivos da fé; jogaram no lixo a orientação de Paulo para serem ministros de Cristo, que se ocupassem da leitura da Escritura, “à exortação e ao ensino” (1Timóteo 4:12,13), para serem ministros de simesmo, onde a “escritura” agora é auto-ajuda, e a exortação e o ensino viraram barganha de promessas. Não me escandalizo mais, pois o que sinto é uma revolta contra aqueles que “seguiram pelo caminho de Caim, e por causa do lucro se lançaram no erro de Balaão...” (Judas 11).


Por isso não me chamem de “evangélico”, pois este termo implicava numa atitude baseada no Evangelho de Cristo. Mas hoje isso virou um termo jocoso e maldoso. Não quero mais compactuar com pastores que vendem e compram igrejas (isso mesmo!) como se fossem propriedades privadas, investimentos financeiros lucrosos. Não quero mais saber deste evangelicalismo sem ética, sem doutrina e que está mandando milhares para o inferno. Chega deste evangelho de faz-de-conta, em que Jesus é apresentado como um “amigão”, mas nunca como Senhor. Chega deste “evangelho” sem cruz, sem vergonha e mentiroso. Com certeza, Pedro está certo quando afirma pelo Espírito Santo: “... Tais homens têm prazer na luxúria à luz do dia... enganam os inconstantes e têm o coração exercitado na ganância. São malditos. Eles se desviaram, deixando o caminho reto e seguindo o caminho de Balaão, filho deBeor, que amou o prêmio da injustiça” (2Pedro 2:13-15).

E agora? Onde estão os apóstolos que pedem dinheiro e se envolvem com as maracutaias religiosas? Onde estão aqueles que oram pelo dinheiro sujo e pedem em nome de Deus que os abençoe? Onde estão aqueles que vendem igrejas com membros e tudo mais? Que pedem “trízimo” (não estou brincando), ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo? Onde estão os profetas com suas “profetadas” e palavras “ungidas”? Onde está a Igreja que diz proclamar em alta voz que o Brasil é do Senhor Jesus? Ouçamos Isaías: “Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem, mal; que transformam trevas em luz e luz em trevas, e ao amargo em doce, e o doce em amargo!... Por isso a ira do SENHOR acendeu-se contra o seu povo, e o SENHOR estendeu a mão contra ele e o feriu...” (Isaías 5:20,25a).


Aqui não é um julgamento. Que ninguém me venha com a falácia de “Não julgueis para não serdes julgados”, pois isso é um simplismo de que se aproveitam muitos daqueles que são desonestos e usam a Bíblia para justificar suas ações. Diante da injustiça não podemos nos calar, seja ela de um evangélico ou não. Não me chamem de evangélico, pois não quero este evangelho mercadológico. Quero apenas ser cristão, quero apenas seguir a Cristo e viver para Ele.


Obreiro Aprovado Por Deus

Ministrei este estudo na Reunião Geral de Obreiros da Igreja Assembleia de Deus Ministério da Missão em São Bernardo do Campo


“Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade”. (II Tm. 2.15).


A palavra "obreiro" quer dizer "operário"! A palavra operário quer dizer trabalhador. Aquele que trabalha em uma arte ou ofício!


O obreiro é aquele que se dispõe a comprometer o seu tempo, seus recursos e talentos na Obra de Deus. Ele não se satisfaz apenas entregar seu dízimo e dar suas ofertas. Ele quer dar-se a si mesmo a Deus (II Co 8.5) e para isso, está sempre disposto a arregaçar as mangas e trabalhar.


Manejar bem a palavra significa na linguagem de Paulo “fazer um corte reto”. O pedreiro constrói uma parede em linha reta. O carpinteiro risca a obra em linha reta. O agricultor ara a terra em linha reta. Semelhantemente, o obreiro do Senhor que interpreta a Bíblia terá que interpretá-la corretamente em linha reta!


Para conseguir este resultado, o interprete da palavra terá que ter uma disposição especial para o estudo proveitoso da sagrada Escritura. Como poderá uma pessoa irreverente, inconstante, impaciente e imprudente, estudar e interpretar devidamente um livro tão profundo e altamente espiritual como Bíblia? Necessariamente, tais pessoas julgarão seu conteúdo como o cego às cores. Para o estudo em boa compreensão da Bíblia necessita-se, pois pelo menos, de um espírito respeitoso e dócil, amante da verdade, paciente no estudo e adotado de prudência.


“Manejar bem” significa usar as faculdades racionais, a inteligência.


DISPOSIÇÃO E DISPONIBILIDADE


Paulo também exortou a Timóteo: Procura apresentar-te a Deus, como obreiro que não tem que se envergonhar...” A palavra “procura” (no original Grego, “spoudason”) significa “apresar-se, se diligente“.


Obreiro diligente (2:14-19). Enquanto muitos no mundo religioso se enrolam com questões de doutrinas de igrejas e teologia humana, o servo de Deus precisa se afadigar no estudo da palavra da verdade (2:15). Quem busca contendas de doutrinas e segue toda idéia nova gasta seu tempo e corrompe outros com sua falta de confiança na simples palavra de Deus


Quando somos chamados por Deus, temos que estar dispostos e disponíveis.


Um obreiro indisposto trabalha com má vontade, e por isso, não produz conforme a vontade de Deus. (I Co 9.16-17)

Onde não há disposição, boa vontade, também não há resultados.


O obreiro indisposto é sempre vagaroso, descuidado, negligente, e por isso mesmo corre o risco de ser desqualificado por Deus. (Rm 12.11)


Se não for pra fazer bem feito, é melhor não fazer. Tudo o que fizermos para Deus deve ter a marca da excelência, não da negligência. (Jr 48.10)


Deve haver no coração do obreiro a disposição de gastar-se completamente na Obra de Deus. (II Co 12.15)


Além da disposição, não pode faltar disponibilidade. Trabalhar para Deus não pode ser um hobby, um passatempo, uma distração, mas uma prioridade. O obreiro deve estar sempre disponível pra Deus.


A expressão “eis-me aqui”, significa “aqui estou eu, pronto para atender”.
Paulo avisa contra o perigo de fraude nas interpretações das escrituras em (II Co. 4:2), dizendo “Rejeita as coisas que por vergonha, se ocultam, não andando com a astúcia nem falsificando a Palavra de Deus”.


“Falsificar no original significa pegar com isca”.


Portanto tem o sentido de falsificar e corromper. Pedro referiu-se ás epistolas de Paulo dizendo que nelas havia “Certas coisas difíceis de entender, que os ignorantes e instáveis deturpam, como tanto, deturpam as demais Escrituras, para a própria destruição deles” (II Pe. 3:15, 16). É muito importante que saibamos não “deturpar”, mas sim interpretar corretamente (fazer um corte em linha reta!).


25 PROFECIAS EM UM DIA

As seguintes profecias do Antigo Testamento (Bíblia Sagrada), sobre a traição, o julgamento, a morte e o sepultamento de nosso Senhor Jesus Cristo, foram feitas por diferentes pessoas, em épocas distintas, em um espaço de cinco séculos, de 1000 a 500 a.C..Todas se cumpriram, literalmente.



1. Vendido por trinta moedas de prata


Profecia: “Eu lhes disse: se vos parece bem, dai-me o meu salário; e, se não, deixai-o. Pesaram, pois, por meu salário trinta moedas de prata”. Zacarias 11.12 Cumprimento: “Então, um dos doze, chamado Judas Iscariotes, indo ter com os principais sacerdotes, propôs: Que me quereis dar, e eu vo-lo entregarei? E pagaram-lhe trinta moedas de prata”. Mateus 26.14-15


2. Traído por um amigo


Profecia: “…mas és tu, homem meu igual, meu companheiro e meu íntimo amigo. Juntos andávamos, juntos nos entretínhamos e íamos com a multidão à Casa de Deus. A morte os assalte, e vivos desçam à cova! Porque há maldade nas suas moradas e no seu íntimo”. Salmos 55.13-15 Cumprimento: “E logo, aproximando-se de Jesus, lhe disse: Salve, Mestre! E o beijou. 50 Jesus, porém, lhe disse: Amigo, para que vieste? Nisto, aproximando-se eles, deitaram as mãos em Jesus e o prenderam”. Mateus 26.49-50


3. O Dinheiro foi atirado para o oleiro


Profecia: “Então, o SENHOR me disse: Arroja isso ao oleiro, esse magnífico preço em que fui avaliado por eles. Tomei as trinta moedas de prata e as arrojei ao oleiro, na Casa do SENHOR”. Zacarias 11.13 Cumprimento: “Então, Judas, o que o traiu, vendo que Jesus fora condenado, tocado de remorso, devolveu as trinta moedas de prata aos principais sacerdotes e aos anciãos, dizendo: Pequei, traindo sangue inocente. Eles, porém, responderam: Que nos importa? Isso é contigo. Então, Judas, atirando para o santuário as moedas de prata, retirou-se e foi enforcar-se. (…) E, tendo deliberado, compraram com elas o campo do oleiro, para cemitério de forasteiros”. Mateus 27.3-5,7


4. Os discípulos O abandonaram


Profecia: “Desperta, ó espada, contra o meu pastor e contra o homem que é o meu companheiro, diz o SENHOR dos Exércitos; fere o pastor, e as ovelhas ficarão dispersas; mas volverei a mão para os pequeninos”. Zacarias 13.7 Cumprimento: “Então, os discípulos todos, deixando-o, fugiram”. Mateus 26.56 “Então, lhes disse Jesus: Todos vós vos escandalizareis, porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas ficarão dispersas”. Marcos 14.27


5. Acusado por falsas testemunhas


Profecia: “Levantam-se iníquas testemunhas e me argúem de coisas que eu não sei”. Salmo 35.11 Cumprimento: “Ora, os principais sacerdotes e todo o Sinédrio procuravam algum testemunho falso contra Jesus, a fim de o condenarem à morte. E não acharam, apesar de se terem apresentado muitas testemunhas falsas. Mas, afinal, compareceram duas, afirmando: Este disse: Posso destruir o santuário de Deus e reedificá-lo em três dias”. Mateus 26.59-61


6. Bateu-se e cuspiu-se nEle


Profecia: “Ofereci as costas aos que me feriam e as faces, aos que me arrancavam os cabelos; não escondi o rosto aos que me afrontavam e me cuspiam”. Isaías 50.6 Cumprimento: “Então, uns cuspiram-lhe no rosto e lhe davam murros, e outros o esbofeteavam, dizendo: Profetiza-nos, ó Cristo, quem é que te bateu!” Mateus 26.67,68


Observem-se os detalhes na concordância da profecia e do cumprimento: Bater-se-á nEle No rosto e em outras partes do corpo Cuspir-se-á nEle Cuspir-se-á no Seu rosto


7. Mudo diante dos Seus acusadores


Profecia: “Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro; e, como ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca”. Isaías 53.7 Cumprimento: “E, sendo acusado pelos principais sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu. Então, lhe perguntou Pilatos: Não ouves quantas acusações te fazem? Jesus não respondeu nem uma palavra, vindo com isto a admirar-se grandemente o governador”. Mateus 27.12-14


8. Ferido e pisado


Profecia: “Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados”. Isaías 53.5 Cumprimento: “Então, Pilatos lhes soltou Barrabás; e, após haver açoitado a Jesus, entregou-o para ser crucificado. Logo a seguir, os soldados do governador, levando Jesus para o pretório, reuniram em torno dele toda a coorte. Despojando-o das vestes, cobriram-no com um manto escarlate; tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça e, na mão direita, um caniço; e, ajoelhando-se diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, rei dos judeus!” Mateus 27.26-29


9. Ele sucumbiu sob o peso da cruz


Profecia: “De tanto jejuar, os joelhos me vacilam, e de magreza vai mirrando a minha carne”. Salmo 109.24 Cumprimento: “Tomaram eles, pois, a Jesus; e ele próprio, carregando a sua cruz, saiu para o lugar chamado Calvário, Gólgota em hebraico”. João 19.17“E, como o conduzissem, constrangendo um cireneu, chamado Simão, que vinha do campo, puseram-lhe a cruz sobre os ombros, para que a levasse após Jesus”. Lucas 23.26


O Senhor Jesus Cristo, após ter sofrido muito com os açoites, ficou fraco, Seus joelhos se dobraram sob a pesada cruz. Por isso, foi necessário entregá-la a outro para ser carregada.


10. Mãos e pés traspassados


Profecia: “Cães me cercam; uma súcia de malfeitores me rodeia; traspassaram-me as mãos e os pés”. Salmo 22.16 Cumprimento: “Quando chegaram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, bem como aos malfeitores, um à direita, outro à esquerda”. Lucas 23.33


Jesus Cristo, foi crucificado segundo o costume dos romanos: as mãos e os pés eram perfurados por longos cravos, para pregar o corpo na cruz (compare João 20.25-27)


“Disseram-lhe, então, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele respondeu: Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o dedo, e não puser a mão no seu lado, de modo algum acreditarei. Passados oito dias, estavam outra vez ali reunidos os seus discípulos, e Tomé, com eles. Estando as portas trancadas, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco! E logo disse a Tomé: Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente”. João 20.25-27


11. Crucificado junto com malfeitores


Profecia: “Por isso, eu lhe darei muitos como a sua parte, e com os poderosos repartirá ele o despojo, porquanto derramou a sua alma na morte; foi contado com os transgressores; contudo, levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu”. Isaías 53.12 Cumprimento: “Com ele crucificaram dois ladrões, um à sua direita, e outro à sua esquerda. E cumpriu-se a Escritura que diz: Com malfeitores foi contado”. Marcos 15.27-28


12. Ele orou pelos Seus inimigos


Profecia: “Por isso, eu lhe darei muitos como a sua parte, e com os poderosos repartirá ele o despojo, porquanto derramou a sua alma na morte; foi contado com os transgressores; contudo, levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu”. Isaías 53.12 Cumprimento: “Contudo, Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. Então, repartindo as vestes dele, lançaram sortes”. Lucas 23.34


13. Eles menearam a cabeça


Profecia: “Tornei-me para eles objeto de opróbrio; quando me vêem, meneiam a cabeça”. Salmo 109.25 Cumprimento: “Os que iam passando blasfemavam dele, meneando a cabeça e dizendo: Ó tu que destróis o santuário e em três dias o reedificas! Salva-te a ti mesmo, se és Filho de Deus, e desce da cruz!” Mateus 27.39,40


14. As pessoas zombaram de Jesus


Profecia: “Todos os que me vêem zombam de mim; afrouxam os lábios e meneiam a cabeça: Confiou no SENHOR! Livre-o ele; salve-o, pois nele tem prazer”. Salmo 22.7,8 Cumprimento: “De igual modo, os principais sacerdotes, com os escribas e anciãos, escarnecendo, diziam: Salvou os outros, a si mesmo não pode salvar-se. É rei de Israel! Desça da cruz, e creremos nele. Confiou em Deus; pois venha livrá-lo agora, se, de fato, lhe quer bem; porque disse: Sou Filho de Deus”. Mateus 27.41-43


15. Eles O olhavam


Profecia: “Posso contar todos os meus ossos; eles me estão olhando e encarando em mim”. Salmo 22.17 Cumprimento: “O povo estava ali e a tudo observava. Também as autoridades zombavam e diziam: Salvou os outros; a si mesmo se salve, se é, de fato, o Cristo de Deus, o escolhido”. Lucas 23.35


16. Suas vestes foram repartidas e sorteadas


Profecia: “Repartem entre si as minhas vestes e sobre a minha túnica deitam sortes”. Salmo 22.18 Cumprimento: “Os soldados, pois, quando crucificaram Jesus, tomaram-lhe as vestes e fizeram quatro partes, para cada soldado uma parte; e pegaram também a túnica. A túnica, porém, era sem costura, toda tecida de alto a baixo. Disseram, pois, uns aos outros: Não a rasguemos, mas lancemos sortes sobre ela para ver a quem caberá—para se cumprir a Escritura: Repartiram entre si as minhas vestes e sobre a minha túnica lançaram sortes. Assim, pois, o fizeram os soldados”. João 19.23,24


17. Foi abandonado


Profecia: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que se acham longe de minha salvação as palavras de meu bramido?” Salmo 22.1 Cumprimento: “Por volta da hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni? O que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” Mateus 27.46


18. Foram-lhe dados vinagre e fel


Profecia: “Por alimento me deram fel e na minha sede me deram a beber vinagre”. Salmo 69.21 Cumprimento: “Depois, vendo Jesus que tudo já estava consumado, para se cumprir a Escritura, disse: Tenho sede! Estava ali um vaso cheio de vinagre. Embeberam de vinagre uma esponja e, fixando-a num caniço de hissopo, lha chegaram à boca”. João 19.28,29“Deram-lhe a beber vinho com fel; mas ele, provando-o, não o quis beber”. Mateus 27.34


19. Ele entregou Seu espírito a Deus


Profecia: “Nas tuas mãos, entrego o meu espírito; tu me remiste, SENHOR, Deus da verdade”. Salmo 31.5 Cumprimento: “Então, Jesus clamou em alta voz: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito! E, dito isto, expirou”. Lucas 23.46


20.Seus amigos ficaram de longe


Profecia: “Os meus amigos e companheiros afastam-se da minha praga, e os meus parentes ficam de longe”. Salmo 38.11 Cumprimento: “Entretanto, todos os conhecidos de Jesus e as mulheres que o tinham seguido desde a Galiléia permaneceram a contemplar de longe estas coisas”. Lucas 23.49


21. Seus ossos não foram quebrados


Profecia: “Preserva-lhe todos os ossos, nem um deles sequer será quebrado”. Salmo 34.20 Cumprimento: “Chegando-se, porém, a Jesus, como vissem que já estava morto, não lhe quebraram as pernas. Mas um dos soldados lhe abriu o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água. Aquele que isto viu testificou, sendo verdadeiro o seu testemunho; e ele sabe que diz a verdade, para que também vós creiais. E isto aconteceu para se cumprir a Escritura: Nenhum dos seus ossos será quebrado”. João 19.33-36


Compensa analisar ainda duas outras profecias, que se referem aos Seus ossos, que também tiveram cumprimento exato, se bem que nesse caso ele não é mostrado tão claramente na Escritura: “Derramei-me como água, e todos os meus ossos se desconjuntaram …” Salmo 22.14


Não difícil entender que Jesus, tendo Suas mãos e pés pregados na cruz, teve os ossos desconjuntados, especialmente se lembrarmos que Ele foi pregado na cruz deitada no chão, que foi depois levantada.


“Posso contar todos os meus ossos…” Salmo 22.17


Ele foi dependurado nu na cruz (João 19.23), de modo que seus ossos podiam ser vistos. A distensão do Seu corpo e os suplícios terríveis da crucificação levavam os ossos a ficarem ressaltados.


22. Seu coração parou


Profecia: “Derramei-me como água, e todos os meus ossos se desconjuntaram; meu coração fez-se como cera, derreteu-se dentro de mim”. Salmo 22.14 Cumprimento: “Mas um dos soldados lhe abriu o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água”. João 19.34


23. Seu lado foi traspassado


Profecia: “E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o espírito da graça e de súplicas; olharão para aquele a quem traspassaram; pranteá-lo-ão como quem pranteia por um unigênito e chorarão por ele como se chora amargamente pelo primogênito”. Zacarias 12.10 Cumprimento: “Contudo, um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água”. João 19.34 (Edição Revista e Corrigida)


24. Trevas sobre a Terra


Profecia: “Sucederá que, naquele dia, diz o SENHOR Deus, farei que o sol se ponha ao meio-dia e entenebrecerei a terra em dia claro”. Amós 8.9 Cumprimento: “Desde a hora sexta até à hora nona, houve trevas sobre toda a terra”. Mateus 27.45


25. Sepultado no túmulo de um rico


Profecia: “Designaram-lhe a sepultura com os perversos, mas com o rico esteve na sua morte, posto que nunca fez injustiça, nem dolo algum se achou em sua boca”. Isaías 53.9 Cumprimento: “Caindo a tarde, veio um homem rico de Arimatéia, chamado José, que era também discípulo de Jesus. Este foi ter com Pilatos e lhe pediu o corpo de Jesus. Então, Pilatos mandou que lho fosse entregue. E José, tomando o corpo, envolveu-o num pano limpo de linho e o depositou no seu túmulo novo, que fizera abrir na rocha; e, rolando uma grande pedra para a entrada do sepulcro, se retirou”. Mateus 27. 57-60





Assista aqui algumas pregações para sua edificação pessoal












VIDEOS - LOUVORES

Belos hinos para o seu deleite espiritual









AUDIO MP3

Ouça aqui algumas pregações poderosas da palavra de Deus diretas ao seu coração